30/01/2007

Ideias para a Margueira/Lisnave


















Esquiços de Richard Rogers para a "Cidade da Água" na Margueira/Lisnave em Almada

5 comentários:

Anónimo disse...

Uns anos de atrazo mais uns anos para começar-se a construir.... a lisnave é o espelho de um pais que vai continuar a ter a sua capital com a sua margem sul a parcer uma aldeia rural.. onde os edificios não podem ter a escala de uma metropole.... é isto que queremos para ter um AREA METROPOLITANA COMPETITIVA....

Pelha disse...

Perdeu-se uma oportunidade única que valorizar de uma forma exemplar Almada é a respectiva margem sul, o anterior projecto era simplesmente fantástico, mas enfim num país como Portugal gerido por políticos sem visão estratégica outra coisa coisa não seria de esperar!

Anónimo disse...

A ideia de em Portugal se matarem projectos a nascença so por causa das suas cerceas tem realmente de terminar. Se um projecto apresenta qualidades inegaveis de requalificaçao e de reabilitaçao de espaços, isto para nao falar das inumeras infraestruturas que estavam previstas na antiga visão de Manuel Graça Dias e Egas Vieira estarem ao nivel do que de melhor se pensou arquitectura em Portugal. A CM Almada que assuma os erros do passado e em vez de andar com obras inuteis denominados de Polis e de Metro da Margem Sul, Revitalize a Cidade e torne-a realmente numa cidade de continuaçao de Lisboa, e nao se mantenha na sua condição de Cidade Dormitorio...

Anónimo disse...

O que é msmo muito provinciano é pensar que o tamanho dos edificios significa desenvolvimento! desculpem lá mas é mesmo!

Anónimo disse...

é a vergonha das vergonhas terem fexado uma empresa da dimensao da lisnave quando empregava 11 mil trabalhadores e mais uns kuantos mil sub empreiteiros... assima de tudo alem de ter prejudicado milhares de pessoas prejudicou o comercio todo de cacilhas almada desde ja afirmo que todas as pessoas que contribuiram para o feixo da lisnave que acabem todas na miseria.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...